É começo de Setembro e ainda é verão. A luz e o calor espanhol dão aquela sensação de noites infinitas de verão, de sol e luz até bem mais do que o anoitecer…é, nós sentimos falta disso.

 

A primeira vez que falamos com Ana, através de uma ligação pelo Whatsapp, a gente já não tinha dúvidas de que nossos destinos iam se cruzar em breve, era impossível, estávamos conectados. Tudo sobre eles dois era tão bonito e verdadeiro, que nós sentimos desde o primeiro segundo que já os conhecíamos há anos. Ana é aquela pessoa cheia de alegria e energia, daquelas que enche um lugar só com a presença, sabe? Impossível não notar quando ela chega. Sorriso largo, risada engraçado, coração gigante. O mesmo pro Diego que, apesar de representar quase que um extremo oposto do lado de fora – quieto, tranquilo, observador – tem um coração e um amor tão grandes quanto de sua companheira.

 

Juntos eles adotaram 3 meninas lindas e incríveis, dando origem a uma daquelas famílias tão fantásticas que às vezes parece que só habitam os nossos sonhos. Uma trupe perfeita, uma relação de amor e carinho profundos. O amor é real, o amor existe. E nós sentimos isso nesse fim-de-semana que passamos juntos, naquela pequena vila na Segovia chamada Adrada de Pirón. Tudo, absolutamente TUDO, foi cuidadosamente feito e/ou escolhido por seus amigos e familiares, esses que receberam a gente igualmente com todo carinho que a Ana e o Diego, como parte integrante de toda aquela sinfonia.

 

Talvez esse seja uma das histórias mais significantes que já fotografamos na vida. Não era sobre um casamento, sabe? Não era isso! O casamento era só uma boa duma desculpa pra ter suas mais queridas pessoas ao lado dele.s, escapando do agito da gigate Madri pra encontrar os mistérios de uma pequena vila de 36 habitantes. Sim, 36 habitantes e TEVE PENETRA NO CASAMENTO! :) Até hoje a gente ainda não consegue encontrar as palavras certas pra descrever o que aconteceu naquele 3 de Setembro. Talvez seja por isso que nós fotografamos feito dois malucos, numa tentativa desesperada de guardar toda e qualquer memória daqueles dias pra eles e pra gente. Sério, nós somos emocionalmente apegados a cada foto que tem aqui nesse post, não conseguimos desapegar daqueles dias ensolarados.

 

Então o que a gente tem pra dizer pra vocês é: preparem um drink, se acomodem em suas poltronas e apertem o play na mais maravilhosa trilha sonora que esse post poderia ter: Buena Vista Social Club. Aí você vão se perguntar: mas Buena Vista não é cubano? Sim, são cubanos! Mas tendo em vista que temos aqui uma argentina, casando com um espanhol, sendo fotografada por 2 brasileiros…bom, TUDO pode encaixar aqui, a licença poética já foi escancarada há muito tempo. Então relaxa, deixa o som fluir que a gente vai levar vocês pra um dos cenários mais pitorescos do mundo, o cenário que a Ana e o Diego escolheram pra celebrar a VIDA.

 

Gracias, amigos.

 

 

 

 

 

Wedding Day

 

Leave A

Comment